menu

RESTAURANTE MANGAI

Tipo: Nordestino, buffet variado a quilo.

Endereço: Setor de Clubes Sul - Trecho 2 - conjunto 26 - Brasília - próximo da Ponte JK - telefone: (61) 3252-0155 - Mapa.

Avaliação:

Ambiente: conta com um imenso salão com mesas para duas, quatro ou mais pessoas ou para grandes grupos de confraternização - uma área com ar condicionado e uma varanda aberta com algumas mesas. Na varanda há também um local agradável para aguardar a liberação de mesa (se estiver cheio) com vista para Ponte JK - há algum tempo o visual era mais bonito, atualmente, vários restaurantes foram construídos em frente, obstruindo o panorama. Decoração rústica e nordestina de bom gosto. Os banheiros são uma atração à parte, pois são grandes, decorados e muito limpos (pouco comum fazer referência aos banheiros).
NOTA: 10

Comida: Serviço de buffet  a quilo com diversos pratos nordestinos como carne de sol, queijo coalho, feijão de corda, paçoca, além de peixes, carnes de porco, frango, cordeiro, muitas opções de saladas e sobremesas.  As opções de sucos de polpa de fruta são fantásticas, não deixe de pedir uma jarra, que seguramente serve 4 pessoas. Por ser um buffet, não oferece uma comida super elaborada, mas mesmo assim é muito boa. Uma dica é olhar as opções antes de começar a se servir para evitar fazer um prato maior que a sua fome. NOTA: 8

Atendimento: o atendimento é muito bom, pois o sistema de buffet favorece. A comida é sempre reposta e os garçons atendem prontamente os seus pedidos de bebida. Para pagar a conta também é muito simples, pois suas despesas estão registradas em um cartão, bastando dirigir-se ao caixa. Isso facilita e torna justa a divisão do consumo de um grupo grande, por exemplo, evitando maiores problemas com amigos inconvenientes.  NOTA 9

Preço: o preço não é alto, levando em consideração todo conjunto: atendimento, local super agradável, qualidade e variedade da comida. Como referência, o preço do quilo, em março de 2016, era de aproximadamente R$ 60,00 e uma jarra de suco saia por R$ 25,00 (o valor varia de acordo com o sabor). Com certeza você gastará menos que em um restaurante a la carte. NOTA 9

Outras informações:
  • O restaurante conta com um amplo estacionamento. 
  • Ao lado do Mangai está o restaurante NAU que futuramente terá um post no blog.
  • Consulte o site do Mangai para maiores detalhes.
  • O primeiro Mangai foi aberto em João Pessoa (nós já postamos no blog) - cidade fantástica, mas confesso que gosto muito mais do Mangai de Brasília do que do de lá.
  • Você sabe o que significa Mangai? Expressão popular, usada antigamente, em algumas cidades do sertão nordestino para designar uma feira, um lugar onde você encontra de tudo um pouco.
  • Está previsto para o segundo semestre de 2016 mais um Restaurante Mangai em Brasília - será na Asa Norte na entrequadra 110/111.
  • O Restaurante é muito bem avaliado pelo Tripadvisor.
  • Nos fins de semana o restaurante fica bem cheio. É bom chegar cedo, porém o tempo de espera não costuma ser muito longo, pois o restaurante é grande e o tipo de serviço oferecido é rápido.
  • O acesso ao salão é feito através de escada ou elevador e depois uma rampa.
  • O restaurante está localizado próximo da região central de Brasília, onde estão os principais atrativos da cidade e também próximo de outro cartão postal da cidade, a Ponte JK (já publicada no blog).
Clique na foto (apenas um clique) para ampliar e use a seta (no teclado) para passar as fotos. Para voltar a esta página clique no X ou na tecla ESC.

 
Estacionamento
 
Rampa de Entrada
 
Jardim

Jardim

 
Faça sua foto de recordação de um autêntico nordestino
 
Espelho d'água do Restaurante NAU (ao lado) do Mangai - vista da Ponte JK
 
Jardim
 
Jardim
 
Varanda
 
Vista da Ponte JK da varanda
 
Varanda - área de espera
 
Varanda
 
Amplo salão
 
Amplo salão
 
Jarra de suco de graviola
 
Buffet
 
Buffet
 
Estátua de pintor na entrada dos banheiros
 
Banheiro masculino
 
Balcão para pagamento

TEMPLO SHIN BUDISTA DA TERRA PURA

Em 16 de junho de 1958 a Comunidade Budista Nipo-Brasileira pediu ao Presidente Juscelino Kubitschek a doação de um lote para construção do Templo Hompa Hongwanji e em 1963 a Companhia Urbanizadora da Nova Capital - NOVACAP anunciou que o lote estava liberado para construção.

Em 6 de outubro de 1973, o Templo  foi inaugurado com a presença da autoridade máxima da Terra Pura no Japão, Gomonshu Kosho Otani.

Clique na foto (apenas um clique) para ampliar e use a seta (no teclado) para passar as fotos. Para voltar a esta página clique no X ou na tecla ESC.

















Em 23 de dezembro de 2014 o Templo foi tombado como Patrimônio do Distrito Federal.

Foi construído em concreto respeitando o estilo hisachi, da arquitetura religiosa japonesa.

Além da celebração budista, representada pela estátua do Buda Amida, o Templo se tornou referência cultural na vizinhança, organizando eventos, quermesses e diversas atividades para o corpo e para a mente: curso de budismo e meditação, artes marciais, língua japonesa, yôga, tai chi chuan, pilates e shiatsu.

 
Estátua de Buda
 
Altar dourado

O Templo está localizado entre as Quadras 315 e 316 Sul - Mapa. Para verificar horários de visitação consulte o Site do Templo ou ligue (61) 3245-2469.

Curiosidades:
  • Durante a chegada do ano novo (Shusho-e), o Templo realiza a cerimônia das 108 badaladas do Sino Bonshô, que se iniciam às 22 horas do dia 31 de dezembro. O evento é aberto à comunidade - de acordo com o Monge Sato, as badaladas têm o significado de "esperanças que se renovam, levando em conta o passado, presente e futuro, da consciência de si próprio e das circunstâncias do aqui e do agora".
  • O Templo de Brasília é uma réplica do Templo Fukui no Japão.
  • No mês de agosto é realizada uma tradicional festa no Templo - consulte o site oficial.

 
Campanário do Sino Bonshô
 
Sino Bonshô

IGREJA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - IGREJINHA

O projeto da Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima é do Arquiteto Oscar Niemeyer. Construída a partir de três pilares piramidais em concreto que sustentam a cobertura triangular, faz referência a um chapéu de noiva.

Clique na foto (apenas um clique) para ampliar e use a seta (no teclado) para passar as fotos. Para voltar a esta página clique no X ou na tecla ESC.


Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima - foto do site da Igrejinha
Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima - foto do site da Fundação Athos Bulcão
No interior e na fachada encontram-se azulejos de Athos Bulcão - primeira obra dele em Brasília e a única com azulejos figurativos - a pomba representando o espírito santo.

Os afrescos com bandeirolas e anjos de Alfredo Volpi foram cobertos por tinta em uma reforma em 2009. As pinturas atuais são de Francisco Galeno (o Jornal Correio Brasiliense publicou em 2009 uma reportagem sobe a obra de Galeno).


Interior da Igrejinha de Fátima

Altar da Igrejinha de Fátima

Paredes laterais - interior da Igrejinha de Fátima

Paredes laterais - interior da Igrejinha de Fátima

Interior da Igrejinha de Fátima

Revestimento externo de azulejos - Athos Bulcão

Oscar Niemeyer, atendendo ao pedido da então primeira-dama, Sarah Kubitschek, ao ver sua filha Márcia Kubitschek doente, fez uma promessa a Nossa Senhora de Fátima: sua filha sendo curada, lhe dedicaria a 1ª Igreja de Brasília.

A construção foi executada em 100 dias, sendo inaugurada em 28 de junho de 1958 por Dom Fernando, Arcebispo de Goiânia, e tombada como patrimônio do Distrito Federal em 18 de abril de 1982.

Está localizada na Asa Sul entre as quadras 307 e 308 (Quadra Modelo - já publicada no blog) - Mapa.

Informações sobre horários de visitação podem ser obtidas no telefone (61) 3443- 2869. 


Vista lateral da Igrejinha de Fátima

Vista dos fundos da Igrejinha de Fátima

Vista lateral da Igrejinha de Fátima


PRÉDIOS PÚBLICOS

Brasília se destaca especialmente pela arquitetura e pela natureza. Dentro da proposta do Projeto Brasília é 10 procurei mostrar um pouquinho disso em cada post.

Alguns locais, no entanto, não são tão badalados como ponto turístico, mas são uma das razões de existir de Brasília - seus prédios públicos.

Com esse espírito, retrato aqui alguns prédios públicos que têm uma arquitetura diferenciada.

Meu objetivo principal nos posts dos prédios públicos é retratar o lado arquitetônico (vista externa dos prédios). Aproveitei e acrescentei informações sobre o que eles representam.

Estudando um pouco melhor cada um deles foi possível descobrir que também tem atrativos abertos a visitação pública, os quais, futuramente, irei explorar, mas de qualquer forma vou registrar algumas informações sobre estes atrativos

No mapa está a localização de cada prédio público postado.


Para completar os 10 Prédios Públicos irei publicar em breve os 4 últimos que representam o Governo do Distrito Federal
  • Palácio do Buriti;
  • Câmara Legislativa do Distrito Federal - CLDF;
  • Tribunal de Contas do Distrito Federal e Territórios - TCDFT
  • Tribunal de Justiça do DF e Territórios - TJDFT

SQS 308 - QUADRA MODELO DE BRASÍLIA

Para os que não conhecem Brasília, saibam que a cidade (Plano Piloto) tem o formato de um avião, sendo o Eixo Monumental  o corpo do avião (onde estão os principais atrativos da cidade)  e a Asa Sul e Asa Norte as asas dele.

Clique na foto (apenas um clique) para ampliar e use a seta (no teclado) para passar as fotos. Para voltar a esta página clique no X ou na tecla ESC.


Plano Piloto - Quadra SQS 308 (destacada em vermelho)
Nas Asas Sul e Norte estão as quadras residenciais e suas comerciais, além de outras quadras destinadas a escolas, igrejas e templos, autarquias, bancos, hospitais, etc.

A Quadra  SQS 308 - Superquadra Sul 308 (localizada na Asa Sul - Mapa) foi escolhida para ser a quadra modelo da cidade, para tanto, Lúcio Costa a projetou e Burle Marx ficou encarregado de seu urbanismo e paisagismo e o Banco do Brasil construiu. Em 19 de fevereiro de 1962 ela foi inaugurada.



Esta atração está fora do roteiro turístico principal de Brasília, mas na minha opinião, é muito interessante conhecê-la, assim poderá entender a proposta do projetista ao caminhar pela quadra, que era a de atender as necessidades básicas de seus moradores. Esta quadra é completa e tem todos os espaços cuidadosamente planejados. O mesmo acontece em outras quadras, porém nem todas as quadras são tão completas. 

O ideal é visitar a quadra a pé, em pouco mais de 1 hora você poderá observar tudo. O mais interessante é fazer o passeio com algum morador que possa explicar tudo, mas se não for possível, não deixe de visitar a quadra. Para começar o tour, sugiro estacionar o carro em frente à Igreja de Fátima - conhecida como igrejinha (já publicada no blog), visitá-la primeiro e depois continuar a pé, iniciando pela entrada da quadra à esquerda da igreja.


Foto aérea - Igrejinha de Fátima à direita e SQS 308 à esquerda
O que você poderá ver na SQS 308:
  • A arquitetura dos prédios: 
- os pilotis de todos os blocos têm piso preto e colunas de mármore branco, além de detalhes em azulejos coloridos e padronizados;
- os blocos são dispostos de forma que a frente de um esteja para as costas do outro e, também, que as salas e quartos estejam voltadas para o nascente;
- todos os blocos têm de um lado cobogós e do outro grandes janelas de vidro;
- o
 padrão das quadras de Brasília são prédios de 3 andares (nas quadras 400) e 6 andares nas quadras (100, 200 e 300), porém, o bloco D desta quadra tem 4 andares;
- o
s prédios foram projetados pelos arquitetos Marcelo Campello e Sérgio Rocha;
- uma curiosidade: e
m frente ao bloco A foram gravadas cenas do filme Somos Tão Jovens.
 
Bloco B (fundos de cobogós) - entrada da quadra 
 
Bloco E (frente com grandes janelas)
 
Pilotis - piso de granito preto (reformado) - azulejos e colunas de mármore branco originais
 
Bloco D -  raridade o bloco de 4 andares
 
Integração do bloco com a área verde
 
Detalhes dos fundos (cobogó e azulejos do pilotis)

Bloco F - único em Brasília com espelho d'água

 
Grande área de vidro nas fachadas
  • A Escola Classe, o Jardim da Infância e a Escola Parque:
o Jardim de Infância foi visitado pela Rainha da Inglaterra, Elizabeth II, em 1968;
- a Escola Classe foi projetada por Oscar Niemeyer;
- em 1957 foi elaborado o Plano Educacional de Brasília idealizado pelo educador Anísio Teixeira, que incluía orientações inclusive para as edificações. A Escola Classe da 308 foi a primeira desse modelo instalada em Brasília. Foi inaugurada em 12/09/1959; 
- a Escola Parque foi projetada por José de Souza Reis, sendo inaugurada em 1958, sendo exemplar da arquitetura pioneira, com seus pilotis em "V" e panos de vidro.Está inserida no Plano Educacional de Brasília. A escola aplica os conteúdos curriculares relacionados às atividades artísticas e esportivas.
 
Jardim da  Infância
 
Escola Classe
 
Escola Classe
 
Escola Parque
 
Escola Parque - detalhes das colunas em "V"
 
Escola Parque
  • Praça, Jardins e Espelho D'água:
- é a única quadra de Brasília que tem um espelho d'água;
- no projeto de Burle Marx ele intensificou a socialização dos espaços ao criar acessos que harmonizam a composição paisagística.
- O projeto dos jardins e praças foi tombado em 15 de julho de 2011.

Espelho d'água em frente ao Bloco F

 
Espelho d'água
 
Espelho d'água
 
Espelho d'água

 
Praça e belas árvores
A Quadra 308 faz parte de um conjunto de quadras, denominado de Unidade de Vizinhança 1, composta pelas quadras 307, 308, 107 e 108. Navegando na internet encontrei uma monografia de 2013 com o título "Patrimonialização na Unidade de Vizinhança nº 1" que tem muitos detalhes destas quadras.

Muitos outros equipamentos públicos estão presentes nesta Unidade de Vizinhança: Igreja de Fátima (publicada no blog), Espaço Cultural Renato Russo (espaço utilizado pela comunidade desde dos anos 70, mais conhecido como Teatro Galpão, mas infelizmente fechado desde de 2013 aguardando um projeto de reformas (no Portal de Jornalismo do IESB encontrei uma reportagem que trata deste tema), o famoso Cine Brasília (onde acontece o Festival de Cinema),  Estação de metrô da 108, Clube Unidade de Vizinhança, Biblioteca Setorial, Ponto de Encontro Comunitário, parquinhos, Posto de Saúde e completando toda esta estrutura pública as quadras contam com bancas de revistas e um forte comércio nas conhecidas entrequadras.

Praça entre a Igrejinha e a Quadra 308

 
Igreja Nossa Senhora de Fátima - Igrejinha
 
Teatro Galpão -  Espaço Cultural Renato Russo