menu

TORONTO ZOO

Infelizmente chegou o nosso terceiro e último dia de passeio em Toronto e de viagem pelo Canadá.

Havíamos comprado o CityPASS, que dava direito a visitar 5 atrações e nós já tínhamos visitado 3 no dia anterior. As opções restantes eram o Museu Ontário ou o Zoo (o Zoo podia ser trocado com o Ontario Science Centre).

Escolhemos o Zoo para irmos primeiro, na esperança de termos tempo para passar no Museu Ontário, o que acabou não acontecendo.

O Zoo é bem distante de Downtown e mais ainda do nosso hotel, quase 50 km - mapa.

Nosso voo neste dia para o Brasil (a volta foi pelo Rio de Janeiro) era no fim da noite e nossa intenção era passar no hotel depois do passeio ao Zoo para tomar um banho e arrumar as últimas coisas. Estávamos em dois apartamentos e negociamos no hotel para ficarmos com apenas um apartamento pagando uma taxa de late checkout - compensou.

Toronto Zoo

  • Saímos do hotel pelas movimentadas e boas estradas de Toronto. Em alguns trechos houve pequenas retenções mas nada que tenha nos estressado.
  • O Zoo tem estacionamento próprio e pago - C$ 10,00.
  • Logo na entrada pegamos o mapa do zoo e definimos o que queríamos ver. A ideia era percorrer o máximo possível do parque, deixando apenas a África de fora, pois era uma área muito grande e as atrações são mais comuns, como leões, elefantes e girafas. 






  • Nossa primeira atração e a mais esperada era conhecer os ursos Panda. Antes de chegar até eles tem uma pequena exposição.













  • Continuamos pelo Zoo observando vários animais, não muito diferentes do que já conhecemos, até chegar ao urso polar que estava brincando feito criança nas águas do seu tanque, foi o que achei de mais interessante no Zoo.









 
Entrada de um dos viveiros de passáros






 
Urso Polar nadando sossegado...
 
...de frente e de costas. 
  • Gastamos muita sola de sapato até chegar na área Canadian Domain onde estão os Grizzly Bear (ursos pardos), mas não conseguimos vê-los porque estavam descansando na toca. No caminho, conhecemos o Gougar (puma ou onça-parda), felino muito comum no Canadá e bastante temido.









  • Andamos muito e, já por volta de 13 horas, paramos em uma pequena praça de alimentação, dentro do Zoo, para comer alguma coisa.
  • Avaliamos que o melhor seria voltar ao hotel para tomarmos um banho e descansar um pouco antes de seguirmos para o aeroporto. Na saída, passamos na lojinha do Zoo.
  • Reserve pelo menos 4 horas para este passeio, fora o tempo de deslocamento.
  • A viagem de volta foi muito boa e menos cansativa - o tempo de espera no Rio foi menor. Chegamos em Brasília no dia seguinte, antes de escurecer.

Conclusão da passagem por Toronto
  • Valeu muito a pena ter ficado em Toronto (já que o voo fazia conexão ali), pois tem muita atração por lá. Se fosse planejar a viagem novamente, mudaria algumas coisas:
    • Como disse no post de Niagara Falls, eu ficaria um dia a mais lá.
    • Não iria ao Aquário, mas não por não ter gostado. Apenas acredito que se tivéssemos ido até o High Park e à Ilha de Toronto - localizada no lago Ontário, bem em frente a CN Tower, talvez tivéssemos aproveitado mais. Estas opções foram observadas no nosso planejamento, mas não tivemos tempo de visitá-las.
    • Outra opção seria trocar a ida ao Zoo pelo Museu Ontário ou Ontário Science Centre, cujos ingressos faziam parte do CityPASS.
    • Outra alternativa seria não comprar o CityPASS, a não ser que tivesse muitos dias para ficar em Toronto para fazer tudo com calma. Compraria apenas os ingressos avulsos da CN Tower, imperdível, e da Casa Loma. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário