menu

WHISTLER

Mais um dia espetacular no Canadá, em nosso sétimo dia fomos para Whistler.


Saímos de carro de Burnaby, na Grande Vancouver, pela Highway 99 e fizemos algumas paradas na estrada, em lugares fantásticos (Porteau Cove Provincial Park, Shannon Falls Provincial Park e Whistler Bungee) até chegar a Whistler. São 140 km em uma estrada muito bonita - Mapa do percurso.


Porteau Cove Provincial Park

  • Foi nossa primeira parada, 60 km depois de sairmos de casa.
  • É um parque, na beira da estrada, com área para Camping. Nosso objetivo era apenas curtir o visual (da entrada do parque) e tirar algumas fotos.
  • 30 minutos é um tempo razoável para ficar lá.
  • Não pagamos nada na área onde estávamos, onde tinha um pier, uma área de piquenique e banheiros.


Entrada do parque
 










  • 16 km depois de Porteau Cove chegamos a este belíssimo parque.
  • Na beira da estrada você já enxerga o pequeno estacionamento que dá acesso à linda cachoeira.
  • Um pouco à frente, na estrada, tem um outro estacionamento maior, onde você pode pegar uma gôndola (bondinho) até o alto da montanha. Paramos aqui também, mas não subimos - tiramos apenas algumas fotos.
  • Nossa opção foi chegar próximo da cachoeira, partindo do primeiro estacionamento.
  • Tem algumas trilhas no parque, mas não dava tempo para fazer.
  • Ficamos lá 1 hora, mas se tiver tempo dá para ficar bem mais.


Entrada do Parque

 
Entrada do Parque

 
Lojinha na entrada do Parque e centro de informações

Cachoeira vista de longe




Trilha para Cachoeira


Escada para chegar próximo da cachoeira


Acesso às Gôndolas



  • Mais 49 km à frente chegamos neste incrível lugar. É necessário pegar uma estradinha de cascalho, talvez uns 3 km até chegar. Fique de olho na estrada, pois a plaquinha é pequena e pode acabar passando direto. Fica a 16 km antes de Whistler.
  • O local é para prática do bungee jumping, nós não pulamos, mas vale a pena conhecer pelo visual e para ver as pessoas saltando.
  • Os nossos filhos até queriam ir, mas o preço de cada salto assusta um pouco.
  • Pode-se fazer trilhas no local também.
  • Para curtir um pouco o visual e ouvir os gritos de quem está pulando, 1 hora é suficiente, mas se for saltar ou fazer uma trilha, reserve mais tempo.




















  • Somete as fotos não passam a emoção do salto, então, veja o vídeo.



  • Depois de termos curtido muito as paradas na estrada chegamos à Whistler.
  • Não pensamos muito e estacionamos o carro no primeiro estacionamento que vimos logo na entrada da cidade - pegamos a primeira rua à direita, em seguida, direita novamente - estacionamento grande com preço ótimo. Uma caminhada de 10 minutos já estávamos no coração da cidade.
  • Whistler foi subsede dos jogos olímpicos de inverno de 2010.
  • A cidade é muito charmosa e aconchegante. No centro tem vários restaurantes, cafés , lojas, uma grande praça com os anéis olímpicos e o acesso as gôndolas e teleféricos. No centro, o trânsito é fechado para veículos.
  • No inverno, o forte da cidade é o ski e, no verão, é a mountain bike, na mesma pista de ski e utilizando o teleférico para subir com as bikes também.
  • Ficamos apenas algumas horas em Whistler, da próxima vez vamos passar uma noite para explorar e curtir melhor esta encantadora cidade.





































Voltamos para Vancouver parando em alguns mirantes na estrada. 


















Deixei a família em Burnaby e fui devolver o carro alugado no aeroporto. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário