menu

16º DIA - ROMA

Nosso penúltimo dia. Neste dia o nosso filho mais velho seguiu viagem sozinho para o Canadá, mas não desanimamos e saímos nós três. A temperatura estava caindo um pouco mais (talvez a sensação térmica estivesse próxima de 0°), mas não era problema algum pra nós. O objetivo do dia era visitar algumas igrejas e a Embaixada Brasileira, além de andar muito. Interessante que a impressão era que a cada dia andávamos mais e cansávamos menos.

Clique na foto para ampliar e use a seta (no teclado) para passar as fotos. 
Para voltar a esta página clique no X ou na tecla ESC.

Roteiro:

  • Saímos passando mais uma vez pela interessantíssima Praça Campo de Fiori. Uma curiosidade desta praça é que é a única em Roma que não tem uma igreja. Todos os dias, exceto domingo, é montada uma feira nesta Praça. Outra curiosidade, é a estátua erguida no centro da Praça pelos maçônicos, no local onde Giodano Bruno foi executado. 












 
Praça Navona - Igreja S. Agnese in Agone -
Fontana dei Quattro Fiori
 
Concerto na Praça Navona
 
Fontana del Moro
Praça Navona
 
Fontana dei Quattro Fiori
Praça Navona
 
 Igreja S. Agnese in Agone
 
 Igreja S. Agnese in Agone
 
Praça Navona - Igreja S. Agnese in Agone -
Fontana dei Quattro Fiori
 
Praça Minerva
 Igreja Santa Maria de Sopra Minerva
 
Santa Maria de Sopra Minerva



Santa Maria de Sopra Minerva

 
Cristo della Minerva - Michelangelo

Igreja Di S. Ignazio
  • Depois fomos à Praça Quirinale, onde se encontra o Palácio do Quirinal, que é um antigo Palácio Papal e atual Residência Oficial do Presidente da Itália, sendo um dos símbolos do Estado Italiano. Vimos também o obelisco e a estátua de domadores de cavalos. Nosso objetivo era visitar a Igreja de Sant’ Andrea al Quirinale, que fica à esquerda da praça, subindo a rua. A igreja estava fechada.



Palácio do Quirinal
 
Obelisco e estátua
 
Igreja de Sant’ Andrea al Quirinale
  • Continuamos até a Praça da República, pegamos a Via Nazionale até a Praça Veneza, lá entramos na Via Del Corso, passando pelo Pantheon e chegamos na Praça Navona, onde faríamos uma visita guiada ao belo Palácio Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil (propriedade do Brasil desde 1964). Há visitas guiadas todas às terças-feiras, mas é preciso inscrever-se no site com antecedência. Enquanto aguardávamos o horário da visita à Embaixada assistimos um batuque à brasileira na Praça Navona, com músicos locais.
 
Praça Veneza
 
Batuque na Praça Navona
 
Planta do Palazzo Pamphilj
 Embaixada do Brasil
 
Planta do Palazzo Pamphilj
 Embaixada do Brasil
  • Saímos da embaixada e fomos descansar, pois seguramente andamos em torno de 10 km.
Mapa do Percurso


Nenhum comentário:

Postar um comentário